Insuficiência cardíaca: o que é? Causas, diagnóstico e tratamento.

Uma das condições fisiopatológicas que vem manifestando maior incidência nos últimos anos aqui no Brasil é a Insuficiência Cardíaca Congestiva. Também chamada somente de Insuficiência Cardíaca, ou pela sua sigla médica IC, é uma condição onde o coração se torna incapaz de bombear o sangue de forma efetiva, não conseguindo suprir então as necessidades de seu corpo.

Quanto mais rápido os sintomas surgirem, maiores são as chances de reverter ou estabilizar o quadro. A doença pode afetar facilmente o dia a dia das pessoas que sofrem dessa disfunção, principalmente durante as atividades físicas ou qualquer esforço. Entenda então como ocorre a Insuficiência Cardíaca e suas possíveis complicações em seu corpo.

Como ocorre a Insuficiência Cardíaca e seus principais sintomas:

Diversos fatores podem levar um indivíduo a sofrer de insuficiência cardíaca, não sendo incomum que ela se desenvolva com a idade e/ou pressão alta. Além disso, qualquer pessoa com histórico de infarto, alguém que sofra de diabetes ou obesidade tem grande propensão, juntamente com pessoas que consomem álcool excessivamente, ou as que já possuem algum outro problema cardíaco.

Portanto, é necessário prestar muita atenção nos sintomas da insuficiência cardíaca. Se você começar a sentir falta de ar, cansaço excessivo, inchaço, tontura, falta de ar ao deitar, alterações dos batimentos cardíacos ou até mesmo tosse sem melhora fique bem atento e consulte um médico.

As complicações que a insuficiência cardíaca pode causar:

A insuficiência cardíaca pode afetar o corpo de diversas formas. Na ocorrência de uma alteração no bombeamento do sangue, sua capacidade de oxigenação fica prejudicada, podendo causar problemas para os outros órgãos, como os pulmões e rins, por exemplo.

A s disfunções e alterações do coração vistas na IC poderá levar ao acúmulo de líquido nos pulmões dificultando assim a sua respiração, causando a falta de ar e o cansaço.

Diagnóstico:

Caso esteja sofrendo alguns dos sintomas, você deverá ir ao médico o mais rápido possível. É necessário buscar o atendimento o quanto antes para garantir que, se for um quadro de IC, haja melhores chances de uma boa recuperação bem como a garantia uma qualidade de vida normal ou muito próxima do normal.

O diagnóstico é feito através de uma boa história clínica, e exames, como raio-x de tórax, eletrocardiograma, ecocardiograma e exames de sangue.

Tratamento:

Ao se ter em mãos o diagnóstico comprovando a existência do quadro de insuficiência cardíaca, o tratamento é feito com o uso de remédios específicos contínuos além das medidas de mudança de estilo de vida como: perda de peso, controle da pressão arterial, atividade física, baixa ingesta de sal e líquidos entre outros.